Tendências do Marketing Digital para 2016 (2ª parte)

Por / Desenvolvimento Web, Marketing Digital, Marketing Social, Mobile

Em sequência ao nosso artigo, conheça as outras 5 tendências do Marketing Digital para 2016. Caso não tenha visto, confira aqui a 1ª parte das tendências web e fique por dentro das novidades.

6) Formulários elaborados e mínimos para captura de leads.

Na web, preencher é preciso, goste você ou não, e nos últimos meses o uso desse recurso cresceu de forma acentuada, tudo para a captura de leads segmentados.

Quem nunca precisou preencher um formulário para participar de um webinar, baixar infográficos ou fazer download de e-books?

Os formulários são úteis para o comercial e para o departamento estratégico de uma empresa. É por meio deles que muitas ações podem ser tomadas. Então, a dica para obter sucesso na captura de leads é ter uma interface amigável e de boa qualidade, sem deixar pecar no visual – ninguém gosta de preencher aqueles formulários padrões com caixinhas pequenas e cinzas.

Para não perder o lead, temos que pensar muito bem quais campos devemos solicitar para não afastar os usuários. Lembre-se: na web, menos é mais – quesito essencial para evitarmos distrações e desistências e termos uma boa taxa de conversão.

7) Vídeos

Você sabia que o YouTube é a segunda rede social mais acessada do mundo? Pois então, o  vídeo se tornou uma das melhores maneiras de passar uma mensagem direta e efetiva aos clientes.

Há diversos tipos de vídeos que podem ser utilizados nos sites e redes sociais. Os institucionais, de apresentação, testemunhais e de degustação de produtos, por exemplo, são excelentes formas de transmitir uma ideia, posicionamento e oferta.

O mercado de produção de vídeos está em alta e trabalhá-los no seu mundo digital pode trazer bons resultados.

Conheça algumas empresas parceiras do Studio Xpress que podem ajudar nessa produção.

>> Zuppa Filmes 

8) Sites  na palma da mão

O Brasil conta com 306 milhões de dispositivos conectados à internet, sendo 154 milhões deles smartphones, segundo um estudo divulgado em abril de 2015 pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Um site cuja visualização não funciona corretamente num smartphone virou necessidade e deixou de ser tendência.

Outra indicação do favorável crescimento de sites mobile e sites responsivos é a posição nos rankings dos motores de busca. O Google, por exemplo, dá prioridade a sites mobile friendly nos resultados de busca.

Confira um exemplo de site mobile desenvolvido pela nossa equipe em 2013.

 

9) A saturação do social e a ascensão do e-mail marketing

Não são só as pessoas que estão saturadas com o excesso de informação nas redes sociais, as empresas também estão. Está cada vez mais difícil para elas desenvolverem um conteúdo relevante e que obtenha um alcance expressivo.

No entanto, as redes sociais são excelentes ferramentas de divulgação de materiais criativos e um excelente canal de contato direto. Resta ao seu marketing saber qual/quais delas utilizar e, agora, saber em qual/quais delas investir. Sem uma verba destinada às redes sociais, fica difícil competir por uma audiência expressiva.

Como vimos, o social não está em queda, mas podemos observar que nos últimos tempos o uso dos e-mails como forma de oferta de conteúdos e divulgação de produtos voltou a ser muito utilizado pelas empresas. O percentual de pessoas atingidas pela caixa de entrada é maior que no social e a automação vem fazendo toda a diferença para aqueles que sabem utilizar o e-mail marketing como um canal direcionado.

 

10) Experiência web

A frustação de receber algo que não te interessa na web é bastante comum. As pessoas estão exigindo cada vez mais interne inteligente e personalizada. A internet das coisas, o big data, a automação e o Analytics deixam a experiência do usuário cada vez mais interpessoal e direcionada.

Analisar todos esses dados, relatórios e métricas de forma estratégica é saber interagir diretamente com o seu público de interesse e, consequentemente, ganhar mais likes, compartilhamentos, conversões e satisfação garantida.

Todas as tendências identificadas estão rapidamente se tornando padrão no marketing digital e sua aceitação pelos usuários é relevante. Estar em dia com o melhor da web não é só modismo, é estar um passo à frente diante da concorrência e lado a lado de quem realmente importa: seu cliente.

  • Pin It

Sobre o autor:

Jordam Vargas. Designer mineiro que se considera um bon vivant carioca, tem mais de 10 anos de experiência na área e é, ainda, Sócio-Diretor de Design Estratégico do @studioxpress.

Hobby: Quando não está trabalhando com #Design, gosta de ler, falar e escrever sobre #Design.
Twitter: @jordamvargas

TOPO